MODALIDADES

Componentes do Hatha Yoga

1. Asanas

Posturas do corpo que agem terapeuticamente e corretivamente sobre todos os sistemas, órgãos, tecidos e funções orgânicas. Vista superficial e rapidamente por este aspecto, a Hatha Yoga tem sido confundida como e às vezes até por contorcionismo. Mas na realidade estas posturas são o que chamamos de psicofísicas por agirem sobre o nosso ser.
O verdadeiro asana é praticado de maneira consciente conjugando atenção no corpo, na respiração, mente e emoções, e sendo assim praticado, combate a mecanicidade do subconsciente, controla a atividade neuromuscular, pacifica o sistema emocional, acalma o sistema nervoso, unifica a consciência e induz ao relaxamento profundo.

Asanas de Lateralidade. Estimulam o sistema nervoso, atuando em depressões. Melhoram o funcionamento do sistema digestivo e removem prisão de ventre.

Asanas de Torção. Beneficiam a coluna vertebral e os nervos espinhais alongando, assim como todo o tronco com poderosa influência sobre os órgãos internos pela alternância do comprimir e estirar.

Asanas de Anteflexão. Importantes para o alongamento e tonificação dos nervos espinhais, fazendo os músculos costais flexíveis e fortes e massageando os órgãos abdominais. Alonga os tendões posteriores das pernas, libera o quadril, removem excesso de gordura da região abdominal.

Asanas de Inversão. Encoraja um rico suprimento de sangue para o cérebro, alimentando neurônios e forçando a eliminação de toxinas. O poder mental, concentração e habilidade de manter altos níveis de atividade são estimulados, removendo ansiedade, estress e neuroses. Atua de forma efetiva sobre a glândula mestre-hipófise promovendo níveis excelentes de funcionamento glandular endócrino.

Asanas de Equilíbrio. Desenvolve o senso de equilíbrio em todos os níveis e coordenação motora, capacitando para movimentos ágeis e graciosos. Atua sobre o centro cerebral que controla os movimentos.

Asanas de Extensão. Promovem o fortalecimento da coluna vertebral e o alongamento dos músculos abdominais. Os músculos costais são tonificados, favorecendo o correto suporte da coluna. Os nervos espinhais são favorecidos, o que repercute beneficamente por todo o corpo pois favorece a circulação energética e nervosa.

2. Pranayamas

Controle do Prana. São na realidade manobras inteligentes e eficazes sobre o campo energético (prana), sobre os condutos de energia sutil (os naddis) e sobre os centros psicoenergéticos (os chakras), mediante exercícios respiratórios conscientizados e voluntários.
O Hatha Yoga contribui na árdua tarefa de educar e administrar a mente, principalmente através do pranayama.
Além de trabalhar o corpo, a fim de nos tornar mais flexíveis, enfatiza também a concentração através da atenção aos detalhes, coordenando os movimentos com a respiração, o que coopera decisivamente para a desintoxicação, restaurando a vitalidade. Um corpo virtuoso é aquele que permanece relaxado e forte.

Nadi Sodhana – Respiração Alternada
1 – Fechar a narina direita com o polegar e inspirar pela narina esquerda.
2 – Fechar ambas as narinas e reter os pulmões cheios.
3 – Abrir a narina direita e expirar.
4 – Inspirar pela direita.
5 – Reter os pulmões cheios
6 – Expirar pela esquerda.

3. Bandhas

Controles musculares. Da mesma forma que os condensadores, os fusíveis e os comutadores regulam a corrente elétrica, os bandhas regulam a corrente de prana (energia vital), circulante no corpo físico.

Jalandhara Bandha. Contração da garganta, enquanto se mantém os pulmões cheios.

4. Nidras

Técnicas de relaxamento. São técnicas milenares, hoje reconhecidas pela ciência, que depois de tanta pesquisa chegou a descobertas, que comprovam a eficiência destas técnicas.

5. Mudras

Gestos de controle neuromuscular, e que literalmente significam selo, símbolo de fechar. Mudrasanas são posturas que intensificam os resultados benéficos das práticas de Yoga, fechando o circuito de energia, da força criadora em benefício do organismo.

6. Shatkriyas

Os Seis Kriyas: técnicas de purificação do meio interno.

Dhauti. Processos de purificação do canal de alimentação e de algumas aberturas do corpo. Cura doenças dos brônquios, asma, baço e pele, bem como todas doenças causadas por catarro.

Basti (Enema). Limpeza Anal e do Trato Intestinal Inferior. Aumenta o poder digestivo podendo curar a dilatação das glândulas e do baço, hidropsia e outras doenças estomacais; e doenças por excesso de gases, bile e catarro.

Neti. Purifica as passagens nasais, o lobo frontal e a parte dianteira do crânio. Estimula o Sistema Nervoso, aumenta a visão e capacita a percepção de aspectos sutis através dos olhos. Jala Neti tem a propriedade terapêutica de acabar com o catarro acumulado, causador de distúrbios respiratórios.

Trataka. Técnica de limpeza dos olhos através da fixação ocular. Ajuda a curar doenças dos olhos e amplia o crescimento e desenvolvimento da glândula pineal.

Nauli. Contração abdominal. Estimula o fogo gástrico, aumenta o poder digestivo, induz à alegria, equilibra distúrbios criados por gases, bile e muco, aumenta o brilho da pele e estimula o sistema nervoso.

Kapalabhati. Exercício de limpeza dos pulmões. Promove oxigenação cerebral: crânio brilhante.

7. Mitahara

Alimentação pura, leve e energética (sattva).

8. Dharma

Conduta ética marcada por não-violência, verdade, retidão, humildade e desapego.

9. Dhyana

Mente concentrada, viabilizando a mentalização e a meditação.

10. Mantras

Silabas ou palavras de poder.

O Poder Vibratório do Mantra nos Processos de Cura

Mantra significa instrumento do pensamento. Os sons mântricos são os melhores meios para limpar a mente e desintegrar os condicionamentos, pois são forças criativas que agem diretamente sobre a consciência.
Ao pronunciar o mantra, a mente que estava espalhada em todas as direções, se concentra numa única direção, focada num ponto localizado no centro do coração. E desse ponto emana um raio de paz iluminando o mundo inteiro.
Os sons poluídos do mundo de hoje saturam a alma de medo, ansiedade e violência. Oitenta por cento das doenças de hoje são psicossomáticas, causadas pela desagregação sonora do mundo moderno.
O subconsciente fica hipnotizado pelo medo e a vida se torna um espaço estreito, dominado pela angústia, baseado no esquecimento da sabedoria intuitiva.
Os mantras são armas poderosas de uma nova medicina vibratória que cura não só a alma mas o corpo. Uma sílaba sendo repetida há milhares de anos, cantada por milhares de pessoas, sem dúvida, um mantra é impregnado de fortes poderes e cria um fortíssimo campo energético, que se espalham pelos corpos do indivíduo: Físico, etéreo, mental e causal. Essas ondas de vibrações se fazem sentir principalmente no cérebro fazendo vibrar as glândulas pineal e Hipófise que controlam inúmeros hormônios necessários à saúde. A medida que essa vibração se sutiliza alcança lugares no corpo que os remédios não conseguem alcançar, promovendo assim harmonia e bem-estar. Quanto maior a articulação, melhor será a qualidade da comunicação e este processo depende da evolução de cada um. Uma gota d’água perdida quando se encontra com o oceano adquire o poder do oceano.

A recitação do mantra proporciona os seguintes efeitos.

– Libera energias alertargadas.
– Induz a mente a níveis de mais alta vibração e com isto a perceptividades, abertura e expansão.
– Unifica a consciência, intensificando a atenção mental.
– Desencadeia um conhecimento mais além do conhecimento conceptual.
– Fortalece a capacidade de concentração.
– Facilita a interiorização.
– Deixa impressões positivas no subconsciente.
– Recria estados anímicos de serenidade e equanimidade, satisfação e prazer.
– Descontrai os músculos e os nervos.

x

newsletter

Cadastre-se para receber, em seu e-mail, nossas novidades e programação de eventos.